domingo, setembro 01, 2013

NÃO VOU DEIXAR, NUNCA, QUE A CRIANÇA QUE REINA EM MIM, MORRA!

NÃO VOU DEIXAR, NUNCA,  QUE A CRIANÇA QUE REINA EM MIM, MORRA!
ADORO ANIVERSARIOS, PRINCIPALMENTE, O MEU!
quero flores, bombons, olho de sogra, torta gelada, beijos, carinhos do Nelson e dos filhos...
Faço sempre poemas para mim... gosto de proteger o meu  psiquísmo,
 promovendo uma imagem de mim unificada e inteira, como no dizer de Houser.
...
 
Ares de Setembro
Delasnieve Daspet
.
Eis setembro, finalmente!
A delicadeza flutua no ar.
Um sorriso desconhecido.
Um adeus de alhures.
O sol suave da tarde bate
Cálido em meus cabelos...
.
Flores, abelhas, beija-flores,
Na primavera o ciclo se renova.
Pássaros cantam,
Formigas em frenético vai e vem
Parecem gritar: Vida! Vida!
Chega, magnânimo, setembro!

Alfazema, rosas, araras azuis,
Enfeitam o campo e a cidade..
Nem o ar seco da tarde,
O calor das ruas,
O escasso dinheiro,
A angustia que maltrata,
A ansiedade,
Ou a tua ausência,
Nada!...Nada!...
Nada mudará a beleza dos dias!
.
Todos os problemas ficam menores...
E setembro pintando um novo pano de fundo,
Com novos atores e profusão de cores.
.
E a vida chega,
Com a alegria da água correndo no regato
E a combinação mágica do tempo que não voltara a existir.
.
Ares de setembro que me toma, embriaga,
Com assombro e magia me mostra que sou única,
Singular, pois só eu tenho minhas respostas,
Onde quer que eu esteja, estou apenas no inicio
Pois nasço agora.
.
A vida que se renova com a primavera
E me mostra que serei eu, para sempre,
Chorando, sentindo, amando, odiando,
Imperfeita, solitária, um ser humano
Que chegou em setembro!
DD_Delasnieve Daspet - 10-09-03 - 16, 00 hs - Campo Grande MS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por nos visitar, por nos ler e por deixar um comentario.
Volte sempre!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget