segunda-feira, agosto 23, 2010

sexta-feira, agosto 20, 2010

Essa Tal Felicidade - Delasnieve Daspet


Essa Tal Felicidade.
Delasnieve Daspet
.
Ser feliz é o que motiva
O ser humano a viver.
Continuar sonhando
Na espera de que amanhã
Tudo será melhor.
.
Cheguei a pensar
Que ser feliz era produto
De imaginação coletiva.
.
No entanto
Essa tal felicidade
Não se vende. Não se compra.
Não se aluga,
Apenas - se sente!
.
Indiscutível sensação de prazer
Pleno e absoluto
Coisa pelo qual dedicamos a vida
Para encontrar e decifrar.
.
Alguns tem mais sorte.
Outros não.
A única certeza é de que
Cada um de nós
Pode ter a sua.
.
Ou então, com tanta gente querendo
Ela teria entrado para a lista
De extinção do planeta.
.
Na busca deste bem
Cabe a cada um criar a sua receita.
Escrever o seu manual.
Colecionar momentos alegres.
Arrumar um jeito de ser feliz.
.
Rir ou chorar faz parte.
Não se pode ser feliz o tempo todo,
O coração não agüentaria
Tanta plenitude.
.
A alegria e a tristeza
Formam a dobradinha da vida
De qualquer mortal.
E a felicidade pode estar
No saldo da balança pessoal.
.
Ser feliz pode significar tantas coisas
- É tão subjetiva a condição de -
E sempre partirá de cada um
Ser feliz e estar feliz.
.
O que é ser feliz?
É só lembrar que a busca é eterna.
Que a satisfação é morte.
Que depende de nossas escolhas
Assumir os erros e fracassos
E saborear vitórias!
____________________
Delasnieve Daspet
28-10-02
Campo Grande MS


quarta-feira, agosto 18, 2010

Fossa - Delasnieve Daspet


Fossa.
Delasnieve Daspet
.
Não quero ajuda.
Não quero saber do dr. Lair, nem do Og,
muito menos do Hill.
.
Eu quero curtir este ciúme,
sofrer e chorar,
não vou facilitar.
.
Não busco solução rápida...
Não vou mostrar fragilidade!
Só poderei sair deste romance
se curtir a fossa,
viver a dor de cotovelo.
.
Quero meu tempo de chorar.
Não busco e não quero luminárias,
nem preciso me encontrar comigo.
Sei quem sou,
sei onde estou,
...no fundo do buraco!
.
Quero parar e lembrar
que tudo acabou.
Não me venham com panos quentes,
eu quero curtir o abandono.
.
Quero um tempo para olhar-me,
profundamente. Enxergar-me.
Não vou distanciar-me de mim.
.
Não quero uma assepsia..
Quero ficar uma semana tomando
potes de sorvetes, comendo pizzas...
lambendo minha ferida
.
E só vou emergir
quando conseguir me olhar olhos nos olhos,
quando puder relembrar os fatos,
quando nada mais for obsessivo,
quando a insegurança já não existir,
quando puder fazer concessões,
quando enxergar vida própria
e poder ser feliz de alguma forma.
Quando valer a pena,
independente da estagnação que me encontro.
.
Aí, saberei que estou pronta para viver,
mas para isso eu preciso
curtir a minha fossa....
__________________________
Delasnieve Daspet
Campo GrandeMS - 05/3/04

terça-feira, agosto 17, 2010

FESTIVAL DE INVERNO DE BONITO-2010

Com os palhacinhos
Delegação de 2010 do FESC/MS para o Festival de Inverno Bonito

Dança cigana
Stand do FESC/MS
Maria Maciel - Américo Calheiros - Presidente da Fundação Cultura/MS - Delasnieve Daspet - Presidente do Forum Estadual de Cultura de MS - André Puccinelli - Governador de MS -  e Cigana Luna

Robson Simões no stand do FESC/MS






sexta-feira, agosto 13, 2010

Vinte Anos - Delasnieve Daspet


Vinte Anos

Delasnieve Daspet

.

Anos 70....

Flor de vinte anos,

Turbulentos anos,

País subjugado,

Censura explícita,

Período sem copas,

Amargas derrotas!

.

Jornais com receitas ou poemas,

Universitários reivindicando;

Leila Diniz incomodava com a sua alegria

Sem pudor, sem tabus.

.

Topetes, calças boca de sino,

Cuba livre, hi-fi, mini-saias,

Brilhantina e os embalos de John Travolta.

.

Cenas alternativas do underground,

Calça lee e jaquetas de franjas

Gritávamos contra o sistema...

.


Jemmy Hendrix e woodstock,

Beatles, Rolling Stones, Chico,

Caetano, Bob Dylan, Milton

Uma paranóia total!

.

Relembro e que nostalgia que dá...

Reuniões escondidas,

Cheirando subversão...

.

Viver todos os momentos...

No ar, o hippie jeito de ser,

Que ainda hoje perdura

- Paz e Amor -

Na distância que encolhe os dias!

DD_17-02-09-Campo Grande-MS

quarta-feira, agosto 11, 2010

Saudade³ - Delasnieve Daspet


Saudade ³

Delasnieve Daspet
.
Olhos de triste expressão,
Lábios empalidecidos,
O sono fugiu das pálpebras,
Não há o lenitivo do esquecimento
Num sereno e tranqüilo dormir.
.
A saudade não dorme,
Esta sempre em vigília
Mergulhando nos sonhos do passado!
DD_Campo Grande-MS 27.05.10

segunda-feira, agosto 09, 2010

A Dificil Arte de Ser Mulher - Delasnieve Daspet



A Difícil Arte do Ser Mulher

Delasnieve Daspet
.
Cabelo desarrumado, sem pintura,
Unha quebrada,
Nervos à flor da pele,
Paciência quase nula...
Paranóia?!
Não! Não é!
.
Três ou quatro atividades:
Do lar - não, não é dólar...
Dos filhos, do marido, profissional....
É a rotina diária
De uma mulher!
.


E o tempo para si?
Nem imagina
O sacrifício de se equilibrar
Em saltos altos,
No rosto maquiado,
No sorriso colado na face,
E o cansaço de matar!


.
Ninguém imagina
Como é complicado ser mulher!
De como é difícil adivinhar
O que deseja o teu olhar...
E, o orgulho não deixar transparecer...
.
Ser sexy sem ser vulgar,
Ou ser difícil mas não tanto a ponto
De você desistir...
Boazinha, mas não boba...
Tudo isso requer paciência e inteligência!
.
E na hora que nos vestimos para você?
Imagina a pilha na cama?
E olhando o armário cheio de roupas,
Concluir, chorando: "Não tenho o que vestir!"
.
Imagina a nossa agrura,
A calça sonhada não entra,
A saia que nos deixa sensual esta apertada...
O lindo brinco, incomoda...
Sapatos apertados são as bolhas de amanhã!
.
No trabalho
As responsabilidades são as mesmas...
Mas na hora do salário...
É infinitamente menor!
.
É!... Ser mulher não é fácil!
DD_ Campo Grande, 04 de 03 de 09
.

domingo, agosto 08, 2010

Destino - Delasnieve Daspet


Destino

Delasnieve Daspet

.

Não conhecemos o destino,

Mas é forçoso termos um

Destino qualquer.

.

Tudo que nasce,

Que existe, que vive, funciona,

Morre e renasce para a harmonia do universo.

.

Tudo se transforma...

Parecem morrer a fim de renascer.

.

Amanhã já não seremos,

Nada, além de uma palavra

Que ninguém pronunciará...

.

Gosto ocre de se sentir só,

Perene solidão!

DD_Campo Grande-MS, 06.07.2010.

( Série Sozinhez...)
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget