segunda-feira, setembro 15, 2014

Davi Daspet - por Delasnieve Daspet




Davi Daspet
  por  Delasnieve Daspet
.
Com nome de rei, músico, poeta, cronistas; Arcano seis; Guardião Menadel; No
salmo 25 as suas veredas...
Chegastes no dia 30 de junho..
Olho teus olhos, tuas mãos, teus pés, teus lábios... tão pequenos e tão
grandes;
Tens o olhar dos anjos.
Falo de saudades, e, tu - a esperança te aguarda.
E, antes que eu seja uma mera lembrança,
Um ruflar de asas de borboletas,
Quero te dizer que não tenhas medo,
Que lute todos os combates,
Que chores  as tristezas,
Que sorria as alegrias,
Tudo isso renascerá tua fé no imponderável.
Leia, estude e trabalhe.
Com a leitura, o estudo e o trabalho conhecerás todos os mundos.
E, valerá muito a pena conhecer todos os milagres que a vida nos reserva.
Aproveite todos os momentos que  surgirem. Sinta o calor do sol,
O frio do inverno, as folhas amarelecidas do outono e as flores da
primavera.
Nada que o homem fizer mudará as coisas divinas.
Em ti, rejuvenesci, e, vi com os olhos  d´alma os meus braços que
aconchegaram
teu pai e que agora te abraçam; e, digo que valeu a pena te esperar, te
sentir, e,
como bicho do mato que sou, te cheirar.
Impregnar meus sentidos com o suave halo do teu perfume e permanecer para
todo o sempre em teu coração e nas tuas lembranças.
É assim a vida. É assim que tem que ser.
Ave, Davi! Tens o nome do rei  que uniu os povos de Israel, e, que a tua
caminhada te mostre que
tudo, realmente, vale a pena.
Em Campo Grande-MS, 08 de julho de 2014.
DD_Delasnieve Daspet.

sábado, setembro 13, 2014

Robson Simóes

Robson Simões é o Diretor de Eventos da 
Associação Internacional de Poetas
.


Cegonha Pantaneira
por Robson Simões

Agora imaginem vocês
Se Delasnieve viria em bicos de cegonha...
Mas a menina ingênua 
Acreditava em cegonhas
E hoje no século XXI
A verdade veio à tona
E o tuiuiú sem vergonha
Veio disfarçado de cegonha.
E como quero quero
Chamando chuva 
Eu digo
Felicidades sempre.
E como uma seriema
Vou escrever mais um poema.
E como um pacu
Vou nadando...nadando...

Homenagem que recebi do poeta João Furtado


Poeta João Furtado - Representante da Associação Internacional de Poetas 
na REPÚBLICA DE CABO VERDE


DELASNIEVE DASPET

PARABÉNS E PARABÉNS


D---Do amigo destas Ilhas Cabo Verde
E---Envio meus parabéns pela contemplada
L---Logicamente merecida Cidadã da TERRA
A---Acho que do século XXI e seguintes
S---Seguintes nas obras que ficarão para sempre
N---Nunca serás esquecida nos teus pensamentos
I--- Inspiração tua escrita e registada
E---E guardada na memória colectiva
V---Viverão séculos e séculos e séculos
E---E porque hoje se recorda a tua vinda ao mundo...


D---Desejo-te o melhor dia de todos os dias
A---A alegria imensa e a paz interior perfeita
S---Saúde de corpo e de alma e muita força
P---Parabéns amiga de fundo do coração e que
E---Estejas rodeada de verdadeiros amigos,
T----Todos cantando e desejando mil anos de vida!

João Furtado

Praia, 12 de Setembro de 2014

quinta-feira, setembro 11, 2014

Ambiguidade... por Delasnieve Daspet

(montagem com minha foto - feita por mim )
.
Ambiguidade...
 por Delasnieve Daspet
.
Sou!
Sou um mundo em miniatura
Microscópica na aparência
Ciclópica nos sonhos.
.
Sou!
Sou herdeira da luz infinita
Do amor
Da maldade
Da amizade
Da inveja.
.
Sou!
Sou heroína
Sou bandida
Sou perdedora
Sou vencedora planetária.
.
Tivergeso
Por isso sou!
Sou pranto
Sou riso
Delínquo...
Sou bondade.
.
Sou ventura
Sou radiosa
Sou força
Sou vacilante
Sou propensa ao mal...
Sou fatuidade.
.
Sou vento que açoita
Sou a flor que se abre
Sou o útero que abriga
Sou a noite negra das trevas
Sou o luar que ilumina.
.
Sou a estagnação
Sou o poder
Sou a inércia
Sou fértil
Sou pântano estéril
Sou o campo verde
Sou o peito que amamenta.
.
Ambigüidade
Dor e dever
Sou o sol que aquece
Sou a água que dá vida
Sou pensamento
Que navega pelos ares
Pelos mares
Pelo éter!
.
Sou satélite que gravita
Que permanece na morte e na vida
Prolongando o momento diáfano
Do encontro final
Sou melodia em surdina
Depois num crescendo
Sou o êxtase!
.
Sou o aroma
O cheiro
A flor
O pólen
A luz
O átomo
Sou eu
Sou você...
Somos nós!
Delasnieve Daspet - 12,30 hs de 23 fevereiro de 2.001
Campo Grande MS
http://www.usinadeletras.com.br/exibelotexto.php?cod=168149&cat=Poesias&vinda=S
#My Way_rickbalsanufo.. 

Homenagem que recebi da poeta Isabel C S Vargas


DELASNIEVE DASPET



DELASNIEVE DASPET
.
Escritora, poetisa, amiga
Líder, ativista cultural
Ativista pela paz mundial.
Saída do Pantanal, advogada,
Não esmorece frente às dificuldades
Internacionalmente conhecida
É embaixadora da Paz
Voz ativa, respeitada e reconhecida
Em todo o Brasil.


Diversas premiações recebeu
Associação Internacional de Poetas fundou
Sem medo, sem fronteiras, sempre agrega
Poetas do mundo todo em seus grupos poéticos
Eu feliz por fazer parte de alguns
Trago aqui o meu abraço.

Isabel C S Vargas
Pelotas-RS-Brasil
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget