domingo, novembro 29, 2009

Poesia - Delasnieve Daspet



Será possível amar assim ?
Delasnieve Daspet – 29.11.09


Tu que abres mentes e corações
Que mostra os caminhos mais nobres
Nos anseios do amor, dissestes:
“Amem-se uns aos outros...”

Tão difícil, Senhor, este mandamento!
A questão é amar os outros como nos amastes...
Nosso amor é calculista, a espera de loas,
Retribuições... um amor tão pequeno!

Não é fácil a proposta...
Vivemos numa sociedade de bajuladores,
E a mão que afaga hoje
É a que faz escárnio – amanhã!

Amem-se...
Como poderemos amar assim ?
Só é possível o amarem-se
Pautando nosso viver na paz e na liberdade.

Somente despojados do preconceito profundo
Livres da fantasia do real e do imaginário,
Conhecendo crenças e idéias diferentes...

Então, Mestre, o amor não será
Um mero sentimento
Mas uma ação concreta.

E o mundo calculista e invejoso
Será de paz e de serenidade.

E no coração de todos reinará o amor aos outros,
Aos que me amam e aos que não me amam,
Aos que eu gosto e aos que não suporto,
Amigos e inimigos, ao bem e ao mal...

Um amor que tudo renova...
Será possível amar assim ?
- Amem-se uns aos outros... como eu vos amei... ( João, 13, 14 ) -

sexta-feira, novembro 06, 2009

SOMOS PELA VIDA CONTRA AS DROGAS!


Sem chance, não dou pérolas a porcos,
Questionada se não iria responder aos ataques que temos sofridos por exdrúxula figura, nada mais temos a dizer.
Tudo já foi dito. Exaustivamente.
Digo apenas - que não dou pérolas a porcos.
No mais o que a figura deseja e manter ibope a nossas custas - vai chafurdar solito. Em boa lama.
Todos os argumentos e falatórios caem no vazio - não tem eco... apenas mostra a fossa que existe entre pessoas
que lutam o bom combate - pessoas comprometidas com o social, pessoas que são amigas, pessoas solidárias,
pessoas que respeitam seus semelhantes, que não prejulgam, que não se acham superiores aos outros!
Agora, essas pessoas que se acham acima de quaisquer erros, que não tem compaixão e que tiram as outras pela sua própria maneira de ser, são seres humanos ôcos e nem merecem nossa atenção.
Vamos deixa-las no ostracismo, morrerão em seu prórpio veneno.
Assim é que funciona.
Vamos ao que interessa:
SOMOS PELA VIDA CONTRA AS DROGAS!

Domingo

Dia 8 de novembro

Caminhada em direção ao Leme

Concentração a partir das 14 horas

No Posto 6, em Copacabana

Em frente ao posto de salva-vidas

Hoje nossa campanha ganhou um forte apoio: Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional do Rio de Janeiro.
Não podia ser diferente. A OAB sempre pautou por batalhar as causas dos cidadãos.
É o que se faz neste caso - não se luta por quem matou ou por quem morreu - luta-se para que não hajam novas mortes, novos assassinatos, novas perdas.
LUTAMOS PELA VIDA E CONTRA AS DROGAS!
Delasnieve Daspet
Embaixadora Universal da Paz
Embaixadora para o Brasil e Sub-Secretária para as Américas de Poetas del Mundo
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget