domingo, novembro 29, 2009

Poesia - Delasnieve Daspet



Será possível amar assim ?
Delasnieve Daspet – 29.11.09


Tu que abres mentes e corações
Que mostra os caminhos mais nobres
Nos anseios do amor, dissestes:
“Amem-se uns aos outros...”

Tão difícil, Senhor, este mandamento!
A questão é amar os outros como nos amastes...
Nosso amor é calculista, a espera de loas,
Retribuições... um amor tão pequeno!

Não é fácil a proposta...
Vivemos numa sociedade de bajuladores,
E a mão que afaga hoje
É a que faz escárnio – amanhã!

Amem-se...
Como poderemos amar assim ?
Só é possível o amarem-se
Pautando nosso viver na paz e na liberdade.

Somente despojados do preconceito profundo
Livres da fantasia do real e do imaginário,
Conhecendo crenças e idéias diferentes...

Então, Mestre, o amor não será
Um mero sentimento
Mas uma ação concreta.

E o mundo calculista e invejoso
Será de paz e de serenidade.

E no coração de todos reinará o amor aos outros,
Aos que me amam e aos que não me amam,
Aos que eu gosto e aos que não suporto,
Amigos e inimigos, ao bem e ao mal...

Um amor que tudo renova...
Será possível amar assim ?
- Amem-se uns aos outros... como eu vos amei... ( João, 13, 14 ) -

7 comentários:

  1. Querida Delasnieve,
    me encontrei em tuas palavras. Como é dificil (e lindo) amar. E é esta ambiguidade que nos move.

    Maravilhosos versos, como sempre!

    beijos da amiga e sempre fã

    Sandra Freitas

    ResponderExcluir
  2. Está lindo DD, encantador! Parabens!!! Beijos de mim.

    ResponderExcluir
  3. vivemos com ou sem amor
    isto é o que parece
    mas na verdade
    tudo o que fazemos
    é amor
    até em sonhos
    abraços
    assis

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde querida DD...
    Belíssima tua poesia!... Com muita tristeza concordo com tua exposição, mas te falo que eu em particular quero acreditar que ainda há quem podemos amar assim... Já apanhei muito por isso, mas não desisto, não poderia viver neste mundo se não pudesse acreditar que ainda há amor no coração dos homens e que a confiança ainda faz parte das relações humanas... Juro que morreria de tristeza... Não sei se conseguiria sentir de outra forma... Te aplaudindo sempre poeta...Um beijo grande no coração. Desejo a ti e aos teus muitas bênçãos de amor e paz...

    ResponderExcluir
  5. Tens razão amiga, é difícil amar assim, mas não impossível.Parabéns pelo blog, tenho certeza que rapidinho, você estará dominando tudo por aqui.Um grande beijo com carinho e amizade
    Simone

    ResponderExcluir
  6. Delasnieve Daspet,
    PARABÉNS, seu espaço está lindo, e ainda com uma bela poesia.
    Lá ao meu cntinho, tem NATAL,
    para todos os amigos,
    espero por você,
    com carinho,
    Efigênia Coutinho

    ResponderExcluir
  7. Olá, Delasnieve!
    Aqui estou visitando o teu espaço. Muito bem! Agora, é só prosseguir.
    Desde Portugal, o meu abraço fraterno.
    José-Augusto de Carvalho

    ResponderExcluir

Obrigada por nos visitar, por nos ler e por deixar um comentario.
Volte sempre!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget