quarta-feira, setembro 11, 2013

Rota 63 - em Construção - poesia de Delasnieve Daspet

Rota 63 –  em Construção!
 Delasnieve Daspet
.
Há tantas coisas que eu poderia refazer...
Consertar algumas, deletar outras, reiniciar – quem sabe,
Amar mais a mim mesma...
.
Mas o tempo é inclemente,
Nem dá bola as minhas preocupações,
Passa por mim com indiferença.
.
Amadureci, melhorei...
Também piorei... já não tenho paciência
Para a mediocridade..
Quando me encontro com ela,
Passo a largo, não a ouço, nem a vejo.
.
Desenvolvi uma qualidade
Aprendi a me isolar,
Até para me preservar..
.
Gostaria de não ser tão lúcida,  ácida e ocre...
Por que tenho de ser suave
Quando quero ser mordaz?
.
Gostaria de poder olhar para traz
E enxergar que não deixei passar tantas coisas...
Que fui ridícula, que chorei por dor de cotovelo,
Que me magoei e que fui magoada...
Julgando estar certa, me enganei tantas vezes...
.
Gosto muito de mim...
Mais ainda, da minha companhia...
Procuro chegar mais e mais em mim
Até para entender os outros....
.
Pretensiosa que sou,
Não me preocupa o que fui, ou que sou...
Questiono - o que serei...
E sigo na Rota 63, construindo,
Ainda em  busca de  meus ideais!
DD_Delasnieve Daspet, 09 de setembro de 2013 - 23,05 hs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por nos visitar, por nos ler e por deixar um comentario.
Volte sempre!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget