quarta-feira, março 17, 2010

Exercício de sedução

Exercício de Sedução
Delasnieve Daspet



Acusei a força do olhar...
Fitando-me o próprio Apolo...
Teriam os deuses descido do Olimpo?


Olhei de soslaio.
Que belo espécime.
Produto bem acabado.
Iso de qualidade,
não resta qualquer dúvida.


Já passava dos cinqüenta.
Bonito. Com atitude.
Bem vestido. Coisa rara. Perfeito.
Daqueles que olham a mulher com profundidade...


Estava sentado a mesa na minha frente.
Acompanhado, claro!
Eu já tinha terminado o almoço
mas ficara no recinto.


Sorvia o resto do vinho,
gota a gota. Bebia e olhava para ele.
Ele também olhava. Para mim.


Mordi de leve os lábios para fazer charme.
Coloquei a colher levemente na boca,
suavemente passei a língua pelos lábios...
Olhos semicerrados. Mas, olhando, olhando...
Ele acusou o golpe de sensualidade.


O vinho acabou.
A sobremesa também.
Tinha de ir.
Passei por ele deixando um rastro de sim...
Paguei a conta e sai.


Ele nunca saberá quem sou.
Eu nunca esquecerei dele.
Foi um exercício de sedução..
Reaprendendo...
DD_12-04-04 -Campo Grande MS

Um comentário:

  1. ______________________________________________


    Que delicia! São momentos que nunca esquecemos...

    Como sempre, você coloca os fatos em versos, de uma maneira unica!


    Beijos de luz e o meu carinho...


    ______________________________________________

    ResponderExcluir

Obrigada por nos visitar, por nos ler e por deixar um comentario.
Volte sempre!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget