sábado, março 20, 2010

Apenas uma chuva de verão

Apenas uma chuva de verão

Delasnieve Daspet


Minha primavera.
Meu verão.
Gostaria que estivésseis aqui.
Tua voz, - queria ouvir outra vez!
Te ouvir com conversa de verão.
Dizendo que me ama.
Que me quer.
Que precisa de mim.
Que me quer ao seu lado.
Que sem mim não pode viver!..




Te mirei como primavera em flor.
Te chamei de meu arco-íris.
Achei que minha busca findara.
Que meu mundo seria sem noites!



Pois tu estarias ao meu lado,
Me abraçando. Me amando.
Levando-me da solidão!



Mas a resposta estava aqui
O tempo todo
Momentos maravilhosos de amor e paixão.
Te cantei em versos e prosa
Te fiz meu. Me fiz tua.
Num poema torto, sem rima.



A primavera não existiu!
E agora, olhando o sol, pude sentir
Que tinha de ser assim:
Apenas uma chuva de verão...
Rápida... Quente.... Em mangas,
Própria da estação...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por nos visitar, por nos ler e por deixar um comentario.
Volte sempre!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget