sexta-feira, outubro 26, 2012

Pescador de Homens - poesia de Delasnieve Daspet

Pescador de Homens
                            autoria:   Delasnieve  Daspet
.
Noite escura, de chuva, dos mais diversos perigos;
O vento bate com força, quente, o  pequeno barco sobraça.
.
Eis que ecoa na noite, uma voz,
Que nos diz que a casa não se prende na terra,
Que não se  busque riquezas,
Assumir a Cruz e a  Coroa de Espinhos,
E, que -  é esta a glória e a honra do Homem.
.
Abandonar  tudo e todos,
Buscar quem precisa de  acolhida,
E  de liberdade de tantos males.
.
Olhei o mar...
Vi que não é apenas verde profundo ou azul celeste,
É também  desconhecido e tormentoso,
Como um lugar de todos os medos.
.
Por que não ir em busca de outros mares?
Pescar outros peixes,
Buscar os que estão prisioneiros
Das drogas,  da fome, do medo,
Das paixões desenfreadas?
.
Sair de si, de mim, de ti,
Batalhar pela gratuidade  e pelo resgate
Em favor do faminto, do empobrecido, de quem sofre?
.
A sociedade, se chamada, continuará a ação,
Não faltará quem assuma a tarefa de derrubar os muros,
De  singrar outros mares.
.
Tocar as trombetas, anunciar uma nova esperança,
Pois a dor não deve passar de mãos em mãos...
Cada homem deve poder cuidar de sua...
Delasnieve Daspet – 09.10.12 Campo Grande-MS

3 comentários:

  1. Belíssimo poema, voz da alma

    "A dor nao deve passar de máos em mãos...
    Cada homem deve poder cuidar da sua..."

    profundos sentires.

    Abraços poéticos.

    ResponderExcluir
  2. ----- Original Message -----
    From: cancioneira@uol.com.br



    HOMEM DEIXA QUE A PAZ....
    Marisa Cajado


    Eis que um novo vento vem soprar
    Velas ao vento nova vida , outro mar
    Os homens cansados com certeza hão de vir
    Cantar a paz, cantar o amor , evoluir.

    Que é a vida, entre guerras, morticínios?
    Que é o poder se somos pequeneninos grãos
    Entre os bilhoes de astros da amplidão?
    Homem, desperta para a paz, os seus fascínios
    Nada farão por ti em tua ambição.

    Há um mundo maior que te busca
    Que te espera para ser feliz
    Larga teu ego, sai a procura
    De ser livre sem nenhuma cicatriz.

    Sai desta noite porque não tarda a aurora,
    Vem perceber a dor que te rodeia.
    Vem derramar seu amor por sobre ela
    E sinta a luz que emana de teu seio.

    Homem deixa a paz embalar teu sentimento.
    Deixa a paz agir por tua ação.
    Deixa a paz reinar cada momento.
    Deixa a paz inundar teu coração..

    Então enfrentarás todas as guerras
    As mais sutis aquelas, ao teu lado
    Serás capaz de redimir-te aqui na Terra
    Serás gigante a sofrer calado.

    A tua luz iluminará caminhos
    Tua energia abrirá espaços
    E serás feliz entre os espinhos
    Porque serás o amor, pelos teus passos.




    ResponderExcluir
  3. ----- Original Message -----
    From: Ilka Vieira.Ilka Vieira To: daspet@uol.com.br Sent: Saturday, October 27, 2012 6:59 AMSubject: Re: [Consules-poetasdelMundoRJ] Pescador de Homens - de Delasnieve Daspet


    Minha amiga e dama da justiça,
    esse teu poema transporta o maior incentivo que a sociedade pode receber para abrir seus olhos, seus corações em torno das carências que se encontra o mundo!
    Tornou-se urgente, atrasado o gesto de cada um de nós pelos nossos semelhantes. Cada dia é menos um dia na vida de cada um de nós e, se aproveitássemos metade de cada um deles para dar as mãos ao próximo que já não grita, mas sussurra de dor, de fome, de desassossêgo, nada nos faltaria, pelo contrário, o ato de doação é a grande riqueza a nos ser acrescentado.
    O nosso Brasil precisa ser pescador de homens, mas Homens que não deixam a gravata roçar ao peito sem que os batimentos etejam voltados à dignidade, à justiça e ao amor!
    Qunato a você, querida DD, a humanidade lhe deve agradecimentos pelas tuas grandes lições, pelas tuas iniciativas e sobretudo, pela persistência de sensibilizar almas de pedra.
    Que Deus te dê muitas mãos e que tantas mãos se juntem às tuas em prol do amor e da paz!
    Um forte abraço dos nossos,
    Ilka Vieira


    ResponderExcluir

Obrigada por nos visitar, por nos ler e por deixar um comentario.
Volte sempre!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget