domingo, abril 19, 2009

Lembranças



Lembranças

Delasnieve Daspet

Há um recanto
Onde respiro ar puro...
Nas planícies verdejantes
Serpenteado por lindos rios
Me perco em deslumbradas saudades...

Floresta rala de nosso cerrado,
Casinhas de barro,
Quintais com frutas,
Cercas com trepadeiras,
Pequenos jardins onde florescem
As onze-horas.
Dias infindáveis
Andei por todos os lugares...

A noite há muito sobreveio
Mas ela não existia em mim....
Era dia... Sempre dia.
A sombra que tudo escurece
Nada pode tirar de minhas lembranças...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por nos visitar, por nos ler e por deixar um comentario.
Volte sempre!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget