quinta-feira, abril 02, 2009



Distâncias

Delasnieve Daspet



Os braços não se alcançam...
Ficaram longe.
Tão longe!

A ausência cada vez mais presente.
A saudade valoriza o inatingível...

Antes, quando nos encontrávamos, que loucura!
Eram beijos e abraços infindáveis,
De manhã, a tarde e a noite....
Como se a distância entre nós
Fosse espacial!

Hoje a nossa distância é de perspectivas,
Universal...
E percebo que não eras o que eu buscava,
Tampouco sou o que queres!

Temos sonhos diferentes.
Ao abrirmos as janelas
Descobrimos o vazio do outro lado!
DD_18--02-09- Delasnieve Daspet

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por nos visitar, por nos ler e por deixar um comentario.
Volte sempre!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget