domingo, abril 14, 2013

2013 - autoria - Delasnieve Daspet

Em Lima-Perú - Congresso de Mulheres Índigenas das Américas
.
2013
Delasnieve Daspet
.
Não pensei um poema para 2013.
Tudo já foi dito.
Não me sobrou nada, nada...
Apenas referências do que
Imagino possível.
.
Tirei a última folhinha do calendário  passado,
E o primeiro dia surgiu
Sem símbolos, sem condicionamentos,
Cheio de coisas comuns.
.
Céleres, os dias seguem...
E dai?  Cada um de nós
Faz a sua hora e o seu tempo.
.
Meu olhar perscruta pela janela,
A vida que se esvai,  lentamente...
No ano novo que surge, comemoro,
A família, a vida, o sorriso, a vitória.
.
Me preocupa, claro, os descuidos,
Que nós, homens, fazemos,
Com os safados que elegemos,
Que futuro nos espera?!
.
A nós, nos cabe a parcela
De culpa de tantas mazelas,
Igrejas, quais formigas carregadeiras,
Proliferam pelas esquinas,
Tosquiando as ovelhas.
.
2013, 14, 15...3000...
Já não estaremos aqui,
Mas com certeza,
Lembraremos da profundeza do vazio
Que nos imprensa.
DD_Delasnieve Daspet, Campo Grande-MS, 01.02.13
Publicado em:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por nos visitar, por nos ler e por deixar um comentario.
Volte sempre!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget