sexta-feira, junho 22, 2012

Data Vênia! - ( Para o Juiz ) - poesia de Delasnieve Daspet

Data Vênia! - ( Para o Juiz )
                  Delasnieve Daspet

Me destes o direito de petição sobre a questão,
Com observância, plena, da eficácia.
Fazendo vislumbrar, quem sabe, a antecipação da tutela;
Mesmo sendo advogada, já velha,
Não sei lidar com churumelas...
 
Ao observar o interesse no feito,
Confesso, fiquei preocupada,
Requeiro, muita observãncia,
Apenas como preâmbulo,
Ao analisar o fato.
 
Imaginemos, apenas, ad cautelam,
E se tais documentos,
Não forem como esperas?
 
Tenho muito receio,
De cometer erro crasso,
Ou ainda, data maxima venia,
Sem querer, trocar as partes,
Comparecer perante o MM Juízo,
Com premissas falsas que não me
Premiem com acertos da cautelar que requeiro;
 
Deixo a V. Exa. a análise da questão...
Se achar que é melhor indeferir a medida,
Pelos pressupostos amplamente elencados nos dispositivos legais,
Confesso, a curiosidade atiça esta causídica...
 
Mas, se entretanto, quiser mandar as favas,
Tanta legalidade, fica desde já o pedido,
Faça uma análise suscinta,
E dê-me conhecimento de sua decisão.
 
Este pedido encontra-se respaldado,
Nas lei adjetivas  sonhadas e não levadas a efeito,
E no prazo legal.
P. Deferimento,
Dado e passado na cidade de Campo Grande,14 de agosto de 2005
 
Delasnieve M. Daspet de Souza
 
Poesias-->Data Vênia! - ( Para o Juiz ) -- 14/08/2005 - 20:30 (Delasnieve Daspet)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por nos visitar, por nos ler e por deixar um comentario.
Volte sempre!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget