sábado, agosto 15, 2009

poesia

UM AMOR MADURO!

de delasnieve daspet


Quero um amor maduro.

Tranqüilo.

Livre de dores.

De ciúmes. De ausências.


Um amor que valorize

Interesses comuns.

Um amor que ame

Sem perder o encanto.


Um amor no mundo das idéias.

Platônico. Bom. Belo. Verdadeiro.

Um amor - para amar

Sem a perpetuação da propriedade!


Não quero o amor contido nos papeis

De marido e mulher.

Não quero ser modelo de nada,

Apenas - quero nada ser!


Não quero ser o objeto

De um contrato social

Para a manutenção do nada!

Quero alguém que me olhe apenas como sou,

Uma mulher!


Não fui feita para servir a ninguém.

Nunca busquei um provedor.

Não vou doar minha identidade.

Nada pelo efêmero,

Quero uma escolha permanente!


Já amei loucamente.

Meu amor foi surdo à razão.

Foi como uma graça divina,

E me escorreu pelas mãos!


Hoje sei o que busco.

Sem perder a ternura.

Quero o encanto de lado a lado

No viver comum,

Ser feliz!

DD-17-09-2001 - 23,30 hs

Campo Grande MS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por nos visitar, por nos ler e por deixar um comentario.
Volte sempre!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget