sábado, junho 18, 2016

Um dia ele chegará... poesia de Delasnieve Daspet


Um dia ele chegará...
  Delasnieve Daspet
.
Ele chegará um dia!
Pegará minhas mãos,
Não diremos nada...
Entenderei que tem de ser assim,
Pois um dia, ele chegará!
.
E, nesse dia, deixarei no vestíbulo,
À entrada do Orcus,
O luto e o remorso,
As doenças e a velhice,
O temor e a fome,
Tão  más conselheiras...
.
Deixarei, ainda,
A triste pobreza, a morte
E o sofrimento  das guerras
Resultante das discórdias insensatas...
.
E, nesse momento, tênues almas,
Sairão das sombras e volitarão
No nascente dia inundado de sol,
Ao som das trombetas finais,
Nas ventas o odor das verbenas azuis...
.
Assim, eu  espero,
E, eu  sei, chegarás!
Campo Grande-MS, 18 de junho de 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por nos visitar, por nos ler e por deixar um comentario.
Volte sempre!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget