domingo, setembro 16, 2012

DELASNIEVE DASPET no CENTRO UNIVERSITÁRIO CLARETIANO CAMPUS DE CAMPO GRANDE - MS

DELASNIEVE DASPET no
CENTRO UNIVERSITÁRIO CLARETIANO
CAMPUS DE CAMPO GRANDE - MS

.
Fui convidada  pela direção do Centro Universitário Claretiano, campus de Campo Grande – MS, para no dia 15 de setembro p.p., fazer a abertura da reunião cientifica entre acadêmicos  dos cursos de Administração, Recursos Humanos, Gestão Financeira e Agronegócio; Educação Física; Biologia; Enfermagem; Estética e Cosmetologia; Filosofia; Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Nutrição e Pedagogia, Letras e Artes e os Mestres daquela instituição.
Foi um encontro matutino com mais de cem universitários e seus professores quando falamos, evidentemente, de poesia e poeta, enquanto arte e artífice, e, claro, falamos de harmonia, de paz e de cultura de Paz, não podemos esquecer que dia 21 próximo é o Dia Mundial da Paz. Aliás, entendo que todo o dia é dia para se falar de paz. Todos os momentos, todos os instantes – ela tem de ser parte de nós, deverá estar entranhado em nossas mentes, em nossos corações. Se não tivermos paz não poderemos partilha-la.

Tive uma grata surpresa pela quantidade de acadêmicos presentes e de toda localidade de nosso estado, e, ao apresentar-me li àqueles jovens o meu poema TRANSFORMAÇÃO, e disse-lhes como me sentia ao chegar a essa constatação:

"Sou eu, humana e perfeita,
Com corpo, alma e inteligência,
Tentando e aprendendo respeitar
A vida que se move ao meu redor"
(in TRANFORMAÇÃO ) escrita em Campoo Grande-MS, 19 agosto de 2011

Falei, também, de nossas realizações enquanto escritora, do prazer que se tem com a escrita, com a leitura e a importância destes momentos em que se valoriza o escritor regional,  e,  acima de tudo a leitura e a cultura.
Doei alguns livros à biblioteca do Centro Universitário Claretiano para que ficassem disponíveis aos estudantes. Uma  biblioteca de uma faculdade tem de ser bem provida de livros técnicos e de livros de autores regionais para enriquecer o conhecimento dos estudantes, valorizando o ser humano como caminho para o sucesso, tanto da instituição quanto dos acadêmicos.
Produzir conhecimento é uma árdua tarefa, e, temos de louvar quem se abaliza para esse trabalho, pois para que haja melhores condições de vida de nossos cidadãos, temos de lutar pelo seu crescimento, e, é claro, a poesia será sempre matéria presente, ela se encontra em tudo e em todos, sendo, como é, a mais antiga forma de expressão, anterior até, a escrita.
E, como não poderia deixar de ser, tive o prazer de ensiná-los sobre o verbo PAZEAR – que a maioria não conhece nem nunca ouviu falar. Isso não é um demérito, já que vivemos numa sociedade onde o que se apregoa, o que se louva, o que se noticia, todas as horas, todos os dias – é a violência.

Meus agradecimentos ao Professor Mestre Caciano pela indicação, e, estou sempre pronta  para falar de poesia, todas as horas, todos os dias, pois como já dissera Platão, em o Banquete “ a poesia é a mãe do discurso, a mais fecunda de todas, pois ela nos reenvia ao universo inteiro de onde procede, filha dileta que é da riqueza e da indigência!”
.
Delasnieve Daspet
Advogada e ativista das causas da Paz, Sociais, Humanas, Ambientais e Culturais, Conselheira Estadual de Cultura, Embaixadora Universal da Paz, preside a Associação Internacional Poetas Del Mundo. – daspet@uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por nos visitar, por nos ler e por deixar um comentario.
Volte sempre!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget