domingo, setembro 26, 2010

Tempo

Delasnieve Daspet


Sou um minuto do teu tempo,

Um anelo do teu sonho;

Empalideço por não saber esperar...

E na fantasia de meus desejos

Perco-te por não haver te conquistado

Jamais...

.

O silêncio da natureza calou-se...

Perdura em mim o prazer

Que não extingue o desejo.

.

Tanto tempo...

E a água não sacia a sede...

Na multidão de minha saudade,

Caminho...

Até que não haja mais fim.

DD_Campo Grande-MS, 10 agosto de 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por nos visitar, por nos ler e por deixar um comentario.
Volte sempre!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget