terça-feira, julho 14, 2009

Ainda Com Rubor De Saudade




Ainda Com Rubor De Saudade

Delasnieve Daspet

O barco já a deriva, há tempos fez água.
Mas as dúvidas ainda nos maltata:
Ficariamos melhor um sem o outro?

O inverno já nevou meus cabelos
e ainda não aprendi que nem todas
as dúvidas devem ser ditas.

Como algumas (várias ) verdades
tem de ser camufladas, pisadas,
a sete palmos escondidas!

Estas dúvidas voltam do caminho da morte.
Com o rosto macerado e esfumaçado
pelas cinzas do tempo, ainda com rubor
da saudade, me viram do avesso!

...E o vento sopra a cinza...
joga a vida no galho do outono.
Junto ao pé de jasmin fico rodeada pelo passado!
_DD_23-6-03 Campo Grande MS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por nos visitar, por nos ler e por deixar um comentario.
Volte sempre!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget