quarta-feira, janeiro 26, 2011

Delasnieve Daspet

.
.

BILHETE...
 
Delasnieve Daspet
 
Nos meus guardados,
Um bilhete amassado
Um bilhete de amor,
Amarelo pelo tempo,
Achei.
.
Ler o bilhete levou-me
- Novamente -
A adolescente tresloucada,
Apaixonada, a espera de um carinho.
Desnuda de sofrimentos,
Enamorada do prazer de amar!
.
E meu olhar, hoje cansado,
Outrora meigo olhar,
Tornou-se outra vez inquieto,
Perverso, curioso,
Pelas frestas iluminando as
Esquinas de teu corpo,
Numa loucura sem fim!
.
Namorei-te tanto tempo
Escondido,
No silêncio de minha tímida
Admiração!
 
Do bilhete escrito e que nunca recebestes
Até hoje  tanto tempo é passado!
.
Continuei saboreando cada minuto
Desse amor idealizado
Pela minha mocidade,
E que se perdeu pelos caminhos
De minhas saudades!
.
Não houve soma.
Não houve conjunção de nossos planetas.
Segui meus sonhos.....
E o doce amor   juvenil
Que hoje revivo
Se perdeu  no tempo e no espaço
DD_Delasnieve Daspet - 24-05-2002  - Campo Grande MS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por nos visitar, por nos ler e por deixar um comentario.
Volte sempre!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget