sábado, maio 08, 2010

Poema para minha mãe

Tuas Mãos

Delasnieve Daspet
.

Me vem a mente, tão docemente,
tuas mãos,pequenas, macias, suaves,
mãos de candura que revelavam
gestos cheios de amor.
.
Mãos que tocavam, afagavam,que curavam.
Mãos mágicas que davam prazer
e amenizavam qualquer dor.
.
Mãos que simbolizavam a tristeza,
cruzadas no peito,
na derradeira hora do adeus!
.
Tudo em casa tinha um toque
final de tuas mãos.
Verdadeira artista, em tudo
que tocavas: acontecia!
.
Se estivesse triste tuas mãos
deslizavam pelos meus cabelos,
pousavam em meu ombro,
enchendo-me de vida e de energia.
.
Mãos criadoras. Redentoras.
Unidas uma a outra pediam ao Pai,
pelos filhos teus!
.
As mãos.
Tuas mãos, Mamãe,
não escreveram poemas,
não pintaram, não bordaram,
mas esculpiram sonhos e esperanças,
desenhando projetos, ensinando
dar graças e louvor à vida!
DD_Campo Grande-MS -
20.05.03

Um comentário:

Obrigada por nos visitar, por nos ler e por deixar um comentario.
Volte sempre!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget